Sorry, I can´t keep shaping the clouds

Yes, you can keep shapping them. The clouds come, but always leave again.

Excuse me, if I bore you
when I talk about the things I´d like to do
Excuse me, If I´m not like them
I always like to think there´s something else out there
For us the world is a gift, a spin is a day, a turn is a year
And if the day gives us rain
Lets stare at the falling drops


Desculpa-me, se te aborreço
quando falo sobre as coisas eu gostaria de fazer
Desculpa-me, por não ser como eles
Gosto, sempre, de pensar que há outra coisa lá fora
Para nós, o mundo é um presente, um giro é um dia, uma volta é um ano
E se o dia nos der a chuva
vamos ficar a admirar as gotas a cair


Salvador Sobral – Excuse Me