Os que nunca nos morrem!

Aparecem-nos nos sonhos que gostávamos que fossem verdade. Aparecem-nos num perfume em forma de memória que nem sabíamos que tínhamos. Aparecem-nos nas frases que dizemos e que, por serem suas, não são nossas. Aparecem-nos ao de leve, como se nos tocassem outra vez.

Read More