Princesa de Rua

Não sou boa com números. Com frases-feitas. E com morais de história. Gosto do que me tira o fôlego. Venero o improvável. Almejo o quase impossível. Meu coração é livre, mesmo amando tanto. Tenho um ritmo que me complica. Uma vontade que não passa. Uma palavra que nunca dorme. Quer um bom desafio? Experimente gostar…

Read More

O amor

Que se lixe! O amor não é justo, não é perfeito; no amor não se declaram sentenças nem se proferem comunicados. O amor prefere ser imprevisível, cheio de riscos e de fogo cruzado. No amor os braços não se cruzam, as palavras não se gastam e os gestos servem para o demonstrar. Amar também é lutar, e enfrentar monstros fabulosos com cabeça de leão, corpo de cabra e cauda de dragão. É uma ilusão, um sonho, um absurdo e uma fantasia. O amor não se entende, não se interpreta, não se discerne nem se traduz. Quem ama acredita, mas não sabe bem porquê, não sabe bem o quê, nem percebe bem como.

Read More

A Manifesto for Introverts

1. There’s a word for ‘people who are in their heads too much’: thinkers. 2. Solitude is a catalyst for innovation. 3. The next generation of quiet kids can and must be raised to know their own strengths. 4. Sometimes it helps to be a pretend extrovert. There will always be time to be quiet…

Read More

Wednesdays are always blue

“The place a digit occupies in a number” “Numbers are my friends and are always around me, each one is unique and has its own personality” Both sentences are correct and brilliant when talking about the magic of the numbers and about Daniel. In the dictionary, one of the definitions for house is “The place…

Read More