O futuro… projeção abstrata

-Miúda vês o horizonte lá ao fundo?
-É o sol não é?
-É sim, mas vamos chamar-lhe futuro.
-E o que faço com a sombra?
Chamo-lhe passado?

-Não… Foi o que vida te concedeu e te levou.
-E porque não ficou?
-Porque o teu coração, precisa de muito mais.
E o teu sorriso, de brilhar num caminho novo.
-Será?

-Miúda vês o horizonte lá ao fundo?
-Sim, disseste que é o futuro.
O futuro é amanhã?
-É…projectado num presente idealizado.

-Ah… Amanhã eu volto, e tu?
-Amanhã eu cá estou.

-E para onde vou?
-Para lado nenhum, venho só segurar o teu mundo.
E abrandar a tempestade.

-Não venhas tarde.

~ Carla Tavares